1.4.20

About March



Março será sempre o mês em que me tornei Mãe, em que o meu pai faz anos e em que começa a Primavera. Mas a partir de agora é também o mês em que a vida da Humanidade mudou radicalmente, em que toda a nossa normalidade foi questionada a fundo e em que tivemos a oportunidade de começar um mundo melhor. Espero que a aproveitemos depois desta provação tão grande, que tudo não tenha sido em vão. Já senti de tudo nestes dias, como se de um laboratório de emoções se tratasse. Nos últimos dias tenho optado por abraçar esta nova realidade com o que tenho ao meu alcance, e viver um dia de cada vez. Desempenhar o meu papel nisto tudo talvez passe por, agora, sobreviver e me manter sã, e proteger os meus, sem pensar muito no que virá a seguir. Estou confiante de que o tempo me irá dizer o que fazer depois. 

Bem-vindo Abril, sê gentil. Mantenham-se a salvo, fiquem em casa!

...

March will always be the month in which I became a Mother, my dad's birthday and the beginning of Spring. But from now on, it will also be the month in which Humanity's life changed radically, all our normality was deeply questioned and in which we had the chance to start thinking of a better world. I hope we can manage to take that chance after this challenging experience, and that everything wasn't in vain. I've felt everything these past days, as if I was in some kind of laboratory of emotions. Lately I've chosen to embrace this new reality with all that I have, and live one day at a time. To play my part in this may for now involve surviving and keep myself sane, as well as protecting my loved ones, without thinking much about what's yet to come. I'm confident that time will tell me what to do next.

Welcome April, be kind. Stay safe, stay home!


30.3.20

Custom order: dragonfly organizer




Esta mala foi imaginada pela minha cliente em pormenor. É um organizador com várias bolsas exteriores, pensadas para guardar um tablet, um telemóvel e vários documentos. No interior, tem uma divisória a meio para guardar revistas e cadernos, e contém bolsos para cartões e canetas.
Os desenhos também foram pensados em detalhe. Libelinhas, um dente de leão e abelhas foram os temas. Adorei o resultado e o ar minimalista e orgânico com que ficou.

...

This bag was totally imagined by my client. It's an organizer with external pockets for a tablet, a cell phone and some documents. Inside, it's divided in two, for magazines and notebooks, and has some pockets for cards and pens. Artwork was also thought in detail. Dragonflies, a dandelion and bees were the themes. I love the result and its minimalist and organic look.







Ref.: m313

26.3.20

Custom order: poppies backpack


Esta mochila foi mais uma encomenda personalizada para uma cliente que adora papoilas. E estas pinceladas de vermelho deram-lhe mesmo vida e um cheirinho a Primavera!

Apesar de todas as limitações e incertezas que estamos a viver nestes dias de pandemia e quarentena, a minha loja continua aberta. Estou a trabalhar (ainda mais) lentamente, pois tenho a Nina em casa a tempo inteiro, mas a ideia de poder continuar a levar a natureza e a beleza a vossa casa é algo que me ajuda a manter a sanidade mental e me dá alento. Mas por favor contactem-me antes de fazerem as vossa encomenda, para confirmar se é viável enviá-la para a vossa zona, devido a todos os constrangimentos e atrasos que estão a ocorrer nos envios a nível mundial.


...

This backpack was another custom order for a client who loves poppies. And these strokes of red really gave it life and a smell of Spring!

Despite all limitations and uncertainty we're living these days of pandemic and quarantine, my shop is still open. I'm working (even more) slowly, because Nina is at home full time now, but the idea of being able to send nature and beauty to your home is something that keeps me sane and gives me encouragement. But please contact me before placing your order, so I can make sure it's viable to ship it to your place, as there are several constraints and delays in worldwide deliveries.





Ref.: m314

17.3.20

Lately



O mundo é um lugar estranho para se viver nestes dias. Ontem tive de sair à rua, e dei por mim numa cidade que parecia tirada de um filme. Algumas pessoas usavam luvas, outras tinham máscaras no rosto, um homem estava vestido com uma bata cirúrgica... Vi medo e tristeza na cara dos poucos com quem me cruzei. Tenho lido todo o tipo de comentários irados e indignados online, como se encontrar um culpado ajudasse a mudar a realidade, e toda a gente anda ocupada a fazer alguma coisa, qualquer coisa, mesmo que algo sem sentido, na tentativa de encontrar alguma sensação de controlo no meio da incerteza. Também sinto tudo isso, é a natureza humana. É o desconhecido e o colapso de tudo aquilo a que estamos habituados...
Mas à medida que os dias passam, em casa, começo a sentir a necessidade de me reconectar comigo e com os meus valores e crenças. De me focar mais no que podemos retirar desta experiência como um todo e evoluir como humanos. De olhar para a beleza daqueles que estão a dar o seu melhor e a arriscar a vida para ajudar, ou a inspirar com exemplos positivos. De agradecer pelo que tenho neste momento presente (saúde daqueles que amo; um lar onde me posso sentir segura; uma criança a ser criança apesar de tudo aquilo que se está a passar lá fora; amigos e família com quem partilhar sentimentos, ainda que à distância; a minha introversão que faz com que esta clausura pareça quase normal; o meu trabalho que posso continuar a fazer, mesmo sem saber se o consigo entregar).
Esta árvore relembrou-me ontem que a vida continua a acontecer fora das nossas zonas de segurança e que a primavera não espera que voltemos à nossa rotina diária, e que podemos prestar-lhe alguma atenção, ainda que do lado de cá das nossas janelas fechadas, se não a quisermos perder tal como temos perdido tanta coisa por andarmos demasiado distraídos e a correr o tempo todo...
Cuidem de vocês e mantenham-se em segurança!

...

The world is a strange place to live right now. Yesterday I had to go out, and found myself in a city taken from a movie. Some people were wearing gloves, others had masks on their faces, a man was wearing a surgical gown... I saw fear and sadness in people's faces. I read all kinds of angry and outraged comments online, as if by finding a culprit might help change the reality, and everyone is busy doing something, anything, even if something nonsense, in order to find some control among the unknown. I feel it too, it's human nature. It's the unknown and the collapse of everything we're used to...
But as the days go by, at home, I'm starting to feel the need to reconnect with myself and my values and beliefs. To focus more on what we can take from this experience as a whole and evolve as humans. To look at the beauty in those who are doing their best and risking their lives to help, or inspire by doing something positive. To thank for what I have in this present moment (health and of those I love; a home I can feel safe in; a child being a child despite everything that's happening out there; friends and family to share our feelings, even if remotely; my introversion that makes this enclosure feel almost normal; my work that I can go on with, even if I can't deliver it).
This tree reminded me yesterday that life keeps happening outside our safe places and spring won't wait until we go back to our daily routines, and we can pay it some attention even if from our closed windows, if we don't want to miss it like we have been missing so many things all our lives because we were distracted and running all the time...
Take care and stay safe!

10.3.20

5 years







"It's not only children who grow. Parents do too. As much as we watch to see what our children do with their lives, they are watching us to see what we do with ours. I can't tell my children to reach for the sun. All I can do is reach for it, myself."

(Joyce Maynard, via The Artful Parent)



5 anos desta aventura incrível de ser mãe! Continua a ser a tarefa mais difícil dos meus dias. É um exercício constante de auto-conhecimento, consciência e aperfeiçoamento. É uma montanha-russa de emoções e preocupações, pequenas e grandes, quotidianas e existenciais. Não sei que tipo de futuro nos espera, e isso preocupa-me. Não sei se estou à altura de a preparar para ele devidamente, pois num segundo tudo muda, cada vez mais rápido, e mesmo nós, adultos, não parecemos assim tão preparados para lidar com os desafios que a vida nos vai colocando pelo caminho...
Mas ser mãe é também uma boa dose de deslumbramento e admiração, pelo ser incrível e único que, no meio disto tudo, pareço estar a ajudar a criar. Aos poucos vou-lhe tomando o jeito, ou pelo menos aprendendo a deixar fluir. Vou dando o meu melhor, confiante que o Amor ainda é a melhor bagagem que podemos trazer connosco. Cada "mamã, adoro-te!" que recebo de presente, ou cada desenho incrível do seu maravilhoso mundo infantil, é como um sinal que estou a fazer um bom trabalho e, nesses momentos, consigo respirar fundo e aproveitar a viagem!

...

5 years of this amazing adventure of being a mother! It's still the most challenging task of my days. It's a constant exercise of self-discovery, awareness and improvement. It's a roller coaster of emotions and preoccupations, small and big, mundane and existential. I don't know what kind of future awaits us, and that worries me. I don't know if I'm up to the task of preparing her for it, because in one second everything changes, faster and faster, and even us, adults, don't seem to be that prepared to deal with all the challenges life puts in front of us...
But being a mom is also a good dose of contemplation and wonder, for the incredible unique being that, despite everything, I seem to be helping to create. Slowly I'm getting the hang of it, or at least learn to let it flow. I give my best, confident that Love is still the best baggage we can bring with us. Each "mamma I love you!" that I'm gifted with, or each drawing showing her wonderful childish world, is like a sign I'm doing a good job and, in those moments, I manage to breathe deeply and enjoy the trip!

8.3.20

8th March




Feliz Dia da Mulher! Que todas as mulheres do mundo possam florescer e ser plenamente em terreno seguro, fértil e amoroso! Hoje é também o dia em que festejamos a nossa casa pois faz 12 anos que nos mudámos para cá. É dia de dar um pouco de carinho a este nosso cantinho e por isso andei a tratar do nosso mini jardim.

...

Happy Women's Day! May all women in the world be allowed to flourish and be fully in safe, fertile and loving ground! Today is also the day we celebrate our home, since it's been 12 years since we moved here. Today is for giving some love to this place and therefore I've been taking care of our mini garden.

6.3.20

Handmade lately



Ref.: pg40




Ref.: bl165






Ref.: el87




Ref.: bl166



Ref.: bn91, bn92, bn93




A encerrar os registos de 2019, e com alguns já deste ano, aqui ficam alguns dos trabalhos que tenho feito, para encomendas personalizadas e presentes:

- Uma base para o chá que também é um objecto decorativo para a parede
- Uma carteira em linho bordeaux
- Uma capa para desenho em linho amarelo, da Soul Garden Collection
- Um estojo para documentos de saúde de uma bebé
- Xarabanecos doudou, a minha versão mais pequena a pensar nos bebés recém-nascidos (cabem na palma da mão de um adulto); para uma menina e para um casal de gémeos 
- Meias de Natal que fiz para oferecer no Natal passado

...

Closing 2019's records, and with something already from 2020, here are some of the projects I've made lately, both custom orders and gifts:

- A tea coaster that is also a wall hanging decorative object
- A wallet made in bordeaux linen
- An art case made with yellow linen
- A case for baby's health documents
- Doudou Xarabanecos, my smallest version of these dolls, thinking about newborn babies (they fit an adult's palm of the hand); for a baby girl and for a couple of tweens
- Christmas socks I made as Christmas gifts last year