18.7.24

Custom made lately


Ref. el107

Esta capa de livros foi feita para uma amiga querida, inspirada no seu lindo jardim. Quando soube que ia ter a oportunidade de conhecer a Judit pessoalmente, no mês passado, soube logo que queria fazer-lhe algo de muito especial, e o que é que pode ser mais especial do que o jardim que a inspira diariamente, que inspirou os seus bordados maravilhosos e o seu livro, e que também me inspira a mim através das suas fotos? Esta é, assim, a minha versão do que vejo e imagino que é o seu jardim, um lugar cheio de flores e abelhas e pássaros e, claro, gatos, um local mágico para descansar e recarregar energias.

... 

This book cover was made for a dear friend, inspired by her beautiful garden. When I knew I would have the chance to meet Judit in person last month, I knew I wanted to make her something really special, and what's more special than the place that inspires her daily, that inspired her beautiful embroidery and book, and that also inspires me through her photos? So this is my version of what I see and imagine her garden to be, a place full of flowers, bees and birds, and, of course, cats, a magical place to rest and recharge.




Ref. bl259

Este estojo para os lápis e canetas foi feito para a Nina e, a pedido dela, com uma raposa do Ártico no meio da neve. Um animal nada fácil de fazer, mas muito fofinho. O forro foi feito com um antigo vestido dela que adoro mas que já não lhe servia.

...

Custom made arctic fox case I made this for my daughter, by her request. Not an easy animal to make, but such a cute one. The lining was made from an old dress of her.



Ref. m365

"All that I can hold near", a canção dos Dakota Suite inspirou uma há muito prometida mochila para o N. Feita com patchwork de pequenos restos de tecido e bordado lento por cima no bolso da frente, um pijama antigo como forro, alças de couro e linho natural de fundo.

...

"All that I can hold near", a song by Dakota Suite inspired a long overdue custom made backpack for my partner. With a patchwork of small remnants of fabric and slow stitch on the front pocket, and an old pajama as the lining, leather straps and natural linen for the background. 



Ref. ml116, ml117


Um par de marcadores de livro personalizados tendo as papoilas e as folhas de Ginkgo biloba como inspiração.

...

A couple of bookmarks custom made with poppies and Ginkgo biloba's leaves as inspiration sources.


13.7.24

Textile Cartographies Project



Quando disse que o mês de Junho foi rico em colaborações criativas não estava exagerar. Este é mais um bonito projecto em que tive o privilégio de colocar as minhas mãos. 
Tudo começou no Festival Literário Versátil, em Leiria, com um convite da Malharia para me juntar a bordar alguns quadrados de tecido que tinham sido estampados pelos reclusos do Estabelecimento Prisional de Leiria Jovens com a técnica da cianotipia. Estes trabalhos, conduzidos pela professora Filipa Rodrigues, integravam-se no projecto internacional Cartografias Têxteis, coordenado pela APECV e composto por trabalhos colaborativos a decorrer desde 2021, em vários locais do mundo, feitos por diversos grupos organizados em torno da criação artística e do activismo social e ambiental junto de comunidades vulneráveis, tendo as técnicas têxteis (como o bordado e a tecelagem) como fio condutor. 
Depois de uma tarde bem passada na Versátil a bordar alguns desses quadrados azuis, surgiu o convite para nos dirigirmos ao Estabelecimento Prisional e mostrar ao vivo o acto de bordar aos autores de cada quadrado. Foi assim que tivemos a oportunidade de partilhar um pouco deste saber ancestral com jovens reclusos, ensiná-los a bordar e, arriscaria a dizer, contagiá-los um pouco com o gosto por esta técnica!
O resultado desta intervenção seguiu depois para a Sicília, para integrar uma exposição no Aura Fest. Os trabalhos seguiram inacabados, tal como saíram do EP, revelando assim um pouco mais do que é a importância do processo em detrimento do resultado final. Posteriormente, irão ser criados mais quadrados azuis por outros reclusos, que serão intervencionados com bordado pela Malharia, e o projecto seguirá para o Chile.


...

When I said that the month of June was rich in creative collaborations I wasn't exaggerating. This is another beautiful project that I had the privilege of getting my hands on.
It all started at the Versátil literary festival, in Leiria, with an invitation from Malharia to join in embroidering some fabric squares that had been printed by prisoners at the Leiria Prison Establishment using the cyanotype technique. These works, led by Professor Filipa Rodrigues, were part of the international project Textile Cartographies, coordinated by APECV and composed of several collaborative works in progress since 2021 in various places around the world, carried out by different groups organized around artistic creation and social and environmental activism with vulnerable communities, using textile techniques (such as embroidery and weaving) as a common thread. 
After a well-spent afternoon at Versátil embroidering some of these blue squares, we were invited to go to the Prison Establishment and show the act of embroidery live to the authors of each square. We had the opportunity to share some of this ancestral knowledge with young inmates, teach them how to embroider and, I would dare to say, inspire them with a taste for this technique!
The result of this intervention went then to Sicily, to be part of an exhibition at the Aura Fest. The works went there unfinished, as they left the Prison Establishment, thus revealing a little more about the importance of the process rather than the final result. Soon, more blue squares will be created by other prisoners and embroidered by Malharia, and the project will move on to another exhibition in Chile.










Pictures 3 and 5 (mosaic) by Prof. Filipa Rodrigues
Pictures 7, 8, 9 by Aura Fest


3.7.24

Note to Self Bracelets @Gente da Minha Terra




Estas são as pulseiras Note to Self mais recentes à venda em Évora, na loja Gente da Minha Terra.

...

These are the most recent Note to Self bracelets available in Évora, at the store Gente da Minha Terra.

1.7.24

About June




O Verão tarda, mas Junho trouxe-me o ritmo estival de muitos eventos e colaborações. Festivais como A Porta, a Versátil,  colaborações criativas que me encheram o coração, como o Projecto Artis Natura e as Cartografias Têxteis, o maravilhoso Knit With Friends, que me permitiu um breve salto ao Porto com a minha amiga Ângela e onde finalmente conheci pessoalmente a querida Judit Gummlich, depois de vários anos de amizade virtual, e pude conversar com tantas outras pessoas do mundo das lãs... Pelo meio, despedimo-nos de mais um ano lectivo que foi longo e cansativo, celebrámos o aniversário da minha mãe e apanhámos um susto valente com o sr. Linho, que felizmente terminou bem. 
Com tanto que fazer, o mês passou e mal dei por isso! Enquanto o Verão não chega, e a praia parece distante, espero que Julho me traga algum enraizamento e calma para me situar nesta estação tão estranha, e possa pôr em prática algumas ideias que têm ficado na gaveta por falta de tempo. 
Bem-vindo Julho, o meu mês 💛!

...

Summer is late, but June brought me the rhythm of many events and collaborations. Festivals like A Porta, Versátil, creative collaborations that filled my heart, such as Artis Natura Project and Textile Cartographies, the beautiful Knit With Friends, that allowed me a quick trip to Oporto with my friend Ângela, where I could finally meet dear Judit Gummlich in person, after several years of virtual friendship, and where I was able to talk to so many other people from the wool world... In the meatime, we said goodbye to another long and tiring school year, we celebrated my mother's birthday and had a great scare with Mr. Linho, which fortunately ended up well. 
With so much to do, this month passed and I barely noticed! While summer doesn't arrive, and the beach seems a distant dream, I'm hoping July brings me some grounding and calm to situate myself in this strange season, and allows me to put into practice some ideas that have been left in the drawer due to lack of time. 
Welcome July, my month 💛!


Sigam-me no Instagram | Follow me on Instagram

20.6.24

Projecto Artis Natura







O meu trabalho é feito maioritariamente a partir de casa e na companhia de mim própria e do meu gato. É o modelo que mais me serve, mas por vezes sabe bem sair da casca e abrir a porta ao mundo lá fora. O Projecto Artis Natura, concebido pela OASIS - Organização de Apoio e Solidariedade para a Integração Social, com o apoio das estudantes seniores da Oficina de Manualidades Criativas do Programa 60+ da ESECS - Politécnico de Leiria , trouxe-me o melhor desse lado mais "fora". Nas últimas semanas, os bocadinhos passados com todas as pessoas envolvidas neste projecto têm sido muito enriquecedores. Um trabalho incrível, cheio de cor e texturas, está a ganhar forma, aos poucos. É um tapete sensorial, inspirado na flora do nosso país, no qual vão ser aplicadas as mais variadas técnicas têxteis, que os clientes da Oasis irão executar. O meu papel tem sido mais de consultora, ajudando a definir quais as melhoras técnicas e materiais para cada parte. Pela primeira vez ajudo a criar algo que não irá sair propriamente das minhas mãos, o que me tem trazido nova aprendizagens. O fim será, sem dúvida, maravilhoso, mas o processo não lhe fica atrás, com todos os benefícios que o trabalho manual nos traz a todos, sem excepção!

...

My work is mostly done from home and in the company of myself and my cat. It is the model that suits me best, but sometimes it feels good to come out of my shell and open up to the outside world. Artis Natura Project, designed by Oasis - Organização de Apoio e Solidariedade para a Integração Social, with the support of senior students of the "Oficina de Manualidades Criativas" by the 60+ Program of ESECS - IPL, brought me the best of that "outside". In the last weeks, the moments spent with all the people involved in this work have been enriching. An incredible project, full of color and textures, is slowly taking shape. It is a sensory mat, inspired by the flora of our country, on which the most varied textile techniques will be applied by the clients of Oasis. My role has been more of a consultant, helping to define the best techniques and materials for each part. For the first time, I'm helping to create something that won't actually come out of my hands, which has brought me new learnings. The end result will, without a doubt, be wonderful, but the process is not far behind, with all the benefits that manual work brings to us all, without exception!


(Photos nr. 3, 4, 5, 7, 8, 9, 10 - ESECS)

31.5.24

Here, Now - about May













"A noite desceu sobre os gatos, e a Lua está no poço.

Oscilando.

O Verão não tarda e hei-de secar os figos sobre a esteira. Depois as folhas mudarão de cor, como se ateadas pelo sol, e deixarão as árvores. O chão da floresta coberto dessas folhas. Nada será silencioso."


(Sandra Catarino, in "Os Fios")



Os dias sucedem-se uns aos outros. As espécies de flores no quintal também. Depois dos trevos e dos dentes de leão, surgem a tremocilha, a camomila, a tanchagem. Na minha pequena horta recém criada, os tomateiros ganham força, alternados com calêndulas. Os pássaros fazem ninho, cantam e voam em círculo, por vezes uma ou outra abelha, ou uma borboleta, visitam a minha varanda na cidade. Depois de semanas de chuva alternadas com um verão precoce, virá o calor abrasador, e também as minhas plantas irão secar, ou dar fruto, e os pássaros acalmar, para criar os seus filhotes. Tudo à volta me lembra que a Primavera está em flor, e que tudo é efémero e merece ser apreciado, dia após dia, como se fosse o último. Maio é este quadro cheio de cor, de sons e cheiros, mas também ele dá lugar a Junho e ao final do ano escolar, e aos dias mais lentos e, de certa forma, mais pesados. É por isso que tenho esta sede de vida, de aproveitar cada segundo e cada pedacinho desta cor vibrante, enquanto no horizonte só estão, por enquanto, os dias grandes e amenos e a promessa da alegria leve. Que o Aqui, Agora, nunca nos escapem entre os dedos!

...

The days follow one another. So do the species of flowers in the backyard. After clovers and dandelions, lupine, chamomile and plantain appear. In my newly created vegetable garden, tomato plants are gaining strength, alternating with marigolds. Birds build nests, sing and fly in circles, sometimes a bee or a butterfly visits my balcony in the city. After weeks of rain alternating with an early summer, the scorching heat will come, and my plants will also dry up, or bear fruit, and the birds will calm down, to raise their young. Everything around reminds me that Spring is in full bloom, and that everything is ephemeral and deserves to be appreciated, day after day, as if it were the last. May is this picture full of color, sounds and smells, but it will also be replaced by June and the end of the school year, and days will become slower and, somewhat heavier. That's why I have this thirst for life, to enjoy every second and every bit of this vibrant color, while on the horizon, for now, there are only big, mild days and the promise of light joy. May the Here, Now never slip through our fingers!



Sigam-me no Instagram | Follow me on Instagram

29.5.24

Note to Self Bracelets Collection @Gente da Minha Terra



Estas foram as últimas fornadas de pulseiras Note to Self que fiz para a loja Gente da Minha Terra, em Évora. Uma parceria que me deixa muito feliz!

...

These have been the latest batches of Note to Self Bracelets that I did for the store Gente da Minha Terra, in Évora. A collaboration that makes me very happy!