6.3.23

Re-Treasure collection and a message from the future


Ref.: bl246


Ref.: bl247


Ref.: bl245



Continuo a tentar aproveitar ao máximo todos os pedaços de tecido que me vão sobrando de projectos grandes, e cada vez acredito mais que é esta a abordagem do futuro, construirmos o nosso próprio tecido a partir de todo o desperdício gerado, e com isso reduzirmos o lixo, e rentabilizarmos aquilo que já foi produzido. Cada peça que nasce destas combinações está cheia de uma personalidade muito própria, muito amor deixado em cada ponto, e a minha mensagem de sustentabilidade e activismo.
A primeira bolsa, feita em linho e fazenda de lã, está disponível na Loja. As outras duas foram feitas para oferecer.

...

I keep trying to make the most of all the pieces of fabric that I have left over from bigger projects, and I believe more and more that this is the approach of the future, to build our own fabric from all the waste we generate, and with that reduce it as waste, and make use of what has already been produced. Each item that is born from these combinations is full of its own personality, a lot of love left in each stitch, and my personal message of sustainability and activism. 
The first bag, made of linen and wool cloth, is available in the Shop, while the other two were made as gifts.

28.2.23

About February



















Em Fevereiro reflecti, uma vez mais, sobre o passar do tempo, que continuo a não compreender. Por mais que me agarre a uma vida mais lenta, há uma espécie de força centrífuga que me suga e me arrasta numa pressa turbulenta. Numa tentativa de lhe resistir, torno-me ainda mais lenta, o que aumenta ainda mais essa sensação. A vida continua a girar, incessantemente, e eu fico como que estática e desorientada, sem foco, sem chão. 
Ainda assim, vou-me lembrando de olhar em volta e agradecer. O sol que me aquece, a família que me abraça, a natureza que me cura, o trabalho que me enraíza. Os passeios bonitos, regressos a lugares antigos, a música que me arrebata. A vida é bela, mesmo que apressada e cheia de desafios.

Março promete ser igualmente cheio, que traga muita vida e Primavera, por favor!

...

On February I reflected, once again, on the passage of time, which I still can't understand. As much as I cling to a slower life, there is a kind of centrifugal force that sucks me in and drags me along in a turbulent rush. As an attempt to resist, I become even slower, making that feeling even stronger. Life continues to spin, incessantly, as I find myself static and disoriented, with no focus, nor ground.
Yet, I sometimes manage to look around and thank. For the sun that warms me, the family that hugs me, nature that heals me, the work that grounds me. The wonderful walks, returns to old places, the music that entrances me. Life is beautiful, even if rushed and full of challenges.

March promises to be just as full, may it bring more life and Spring, please!




10.2.23

Shop update: new note-to-self bracelets







A Loja está cheia de pulseiras novas! Desta vez estão apenas semi acabadas, para que possam escolher uma de duas opções de fecho: com cordão de crochet em algodão com nó de macramé corrido, ou mosquetão e corrente de metal. São ambas soluções fáceis de pôr e tirar a pulseira e ajustáveis a qualquer pulso.
 
...

My Shop is filled with brand new bracelets! They're half finished, so you can choose one of two closure options: a cotton crochet cord with a macrame sliding knot, or a bronze metal carabiner and chain closure. They're both easy to put on and off, and adjustable to any wrist.

31.1.23

About January - these mid Winter days


















Depois de semanas a fio com chuva incessante, Janeiro trouxe finalmente o sol de Inverno, aquele que me dá alento para suportar o frio e acreditar que um dia, não muito distante, a natureza vai acordar. Mais do que um novo recomeço, sinto que Janeiro nos congela no tempo, para nos obrigar a desacelerar, a sistematizar os hábitos que tanto queremos manter ou implementar, e a esquecer de vez o ano que passou. É como uma pausa para balanço, mais longa do que a meia dúzia de dias que normalmente estamos dispostos a perder para esse efeito. A cada ano que passa sinto que é um mês decisivo para me manter à tona, e viver os que se seguem com mais ou menos leveza. Sem dúvida que este sol reconfortante é uma grande ajuda, tal como os passeios pela natureza, pela cidade, ou os momentos de recolhimento no calor das mantas, a tricotar ou a desenhar, com o gato no colo. 
Bem-vindo Fevereiro!

...

After many weeks of endless rain, January finally brought the Winter sun, the one that gives me courage to endure the cold and believe that, one day, not too far away, nature will awake. More than a new beginning, I feel that January freezes us in time, forcing us to slow down, to systematize the habits that we wish to keep or implement so badly, and to forget the past year once for all. It's like a pause for balance that ends up being longer than the half dozen days we're usually willing to spend for that purpose. With each passing year, I feel that this is a decisive month for me to stay afloat and to live the ones that follow with more or less lightness. This comforting sunshine is such a great help, as are the walks in nature and around the city, or the quiet cosy moments under the blankets, knitting or drawing, with the cat on my lap.
Welcome February!



19.1.23

Photoshoot: Pontos e Voltas 2022













Já vai sendo uma espécie de tradição eu de vez em quando passar para detrás da câmera e fotografar o trabalho da Ângela Quaresma. No Outono passado voltámos a juntar forças para registar a nova colecção de mitenes da Pontos e Voltas, e algumas peças que ela criou. O cenário foram as margens do rio Lis numa manhã cinzenta, mas bonita, daquelas em que há pouca gente na rua e podemos esquecer que estamos no meio da cidade e concentrar o ouvido nos pássaros e na água a correr.

...

It has become some kind of tradition for me to go behind the camera from time to time and shoot Ângela Quaresma's work. Last autumn, we gathered once more to register Pontos e Voltas' new collection of mittens, and some garment pieces she had created. The scenery was Rio Lis on a gray but beautiful morning, one of those when there are few people on the street and you forget you are in the middle of the city and just listen to the birds singing and the water running.



::: Other collaborations between Mundo Flo and Pontos e Voltas:
Photography
Handmade work