28.7.11

Poemagem #14



e se me deixares ir até ao fundo da linha?
Desembarcava no único traço que te conheço e

ensinavas-me de olhos fechados a cor do orvalho que vês pela manhã.



Texto: SombrArredia | Fotografia: Adriana O.
*Sobre o projecto Poemagem

1 comment:

Anne said...

Adorei!!