22.9.11

Poemagem #18



E como se de ti partissem todas as cores com que sorris e todas as tuas mágoas sem tempo..



Texto: SombrArredia | Fotografia: Adriana O.
*Sobre o projecto Poemagem

No comments: